Surrealismo

23/06/2006

Há dias em que eu acho que dormir é uma inutilidade. Faz eu perder o tempo mágico do cinema, o tempo entre uma página interessante e outra, o tempo do café caipirinha chá quentão Martini chimarrão com os amigos. O tempo do teatro e a tarde de sol e violão.Além disso, também acho que o dia deveria ter 36 horas. 48 é demais; 24, de menos. Dessas 36 eu deveria, por decreto, dormir só 5 horas. Eu teria sono sempre no momento oportuno e acordaria automaticamente 5 horas depois totalmente descansada. Até poderia ficar enrolando na cama por uma hora, pensando no dia que passou e no que ainda viria (tem coisa melhor?), mas daí é outra história. Não é necessidade, é prazer. É diferente. Fora essas 5 horas de sono eu teria ainda algumas aí pra trabalhar e as outras todas pra fazer só coisas que eu gostasse.

Anúncios

3 Respostas to “Surrealismo”

  1. Pati Says:

    se der, miga, mais de 48h, pra dar tempo de ler, ouvir e conhecer o mundo inteiro, bem mais do que esse mundo debaixo do nosso nariz
    bjssss da Pati

  2. Anonymous Says:

    mmm… sei não… sei não… a vida não tem, afinal de contas, tanta coisa interessante assim… e dormir lembra cama lembra prazer lembra – sometimes – amor…

  3. Jana Jan Says:

    Bah, mais tempo era tudo o que eu queria. Pra fazer sei lá o que. Tem teletransporte pra praia?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: