Ensina-me a usar as palavras Na estrada dos verso…

22/12/2006

Ensina-me a usar as palavras
Na estrada dos versos vagos
Troca ponto, muda o sentido
Vê o gesto? Traz tua vontade
Aprende a ler olhares mudos
Brinca com instantes triviais
Senta calado. Espera. Assiste
à sede passar por ti sorrindo
Sente o gosto. Engole áspero
Então deixa agora escorrer a
gota salgada do canto do olho
Palhaço de sorriso entediado
A graça não demora a passar
Quero um pedaço do globo
de cera e a chama acessa
Quero o teto a balançar
na ponta dos pés
Pinta a noite de
um sossego
duradouro
Que seja de
fantasias e deleites,
espontâneos, propositais, e de
uma penumbra que traga personalidade
e valsas-cores às sombras que a parede há de abrigar.

Luminária

Anúncios

2 Respostas to “Ensina-me a usar as palavras Na estrada dos verso…”

  1. Paulo Ribeiro Says:

    Nem pensar em sair daqui. Teu blog é legal. Eu sentiria muito!

    Beijo

  2. clauhttp://flordepanoescarlate.blogspot.com/ Says:

    Equilibrista, equilibrista…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: