Like lost and found

17/05/2007

Eu volta e meia salvo uma conversa ou outra do msn. Quando gosto do papo, ou quando tem algum link que eu não quero perder, ou quando me mato rindo de algo e quero rir mais um pouco depois, coisas assim. Hoje eu remexia minhas pastas no PC e achei essa conversa com o Bruno:

With words like “lost and found” and “don’t look down” diz:
e engraçado que as pessoas, pelo menos as com quem falo

With words like “lost and found” and “don’t look down” diz:
usam bastante reticências no msn

With words like “lost and found” and “don’t look down” diz:
porque talvez pareça menos frio com reticências

Bruno diz:
pois é

With words like “lost and found” and “don’t look down” diz:
parece que se tu fala sem, em alguns casos, a conversa é seca, direta demais

Bruno diz:
é que eu acho que as pessoas falam com reticencias né

Bruno diz:
é, justamente

Bruno diz:
acho que a fala sempre deixa uma coisa no ar, não sei se esperando que a outra pessoa complete, ou o quê

With words like “lost and found” and “don’t look down” diz:
as reticêncais no msn são as expressões… talvez as sobrancelhas se movendo, sei lá… ombros…

Que saudades desse magrelinho.

* * *

Ando ausente por aqui. A mudança de horários no trabaho (e o trabalho, por si só, mais ágil e menos mecânico) tiraram boa parte do meu tempo ocioso. Até não digo ocioso por ser um tempo completamente livre, mas antes eu parava mais pra pensar, viajava em idéias e em sensações para as quais agora não tenho mais tido tempo. Cadê a subjetividade que eu via em tudo, cadê?

* * *

Acessem essa revista, por favor.

Anúncios

10 Respostas to “Like lost and found”

  1. marina Says:

    eu quase sempre uso reticências. quase porque tento evitar. e me esforço. porque não é fácil não usá-las. apesar de saber que tiram um pouco da força das palavras, tenho medo mesmo de que pensem que sou grossa, seca, ríspida…

  2. ritaloureiro Says:

    “Cadê a subjetividade que eu via em tudo, cadê?”

    É uma pergunta que tá me perseguindo por um bom tempo…
    Toda hora ela inventa de me aparecer…humpf.

    E agora, parece que cansei de tudo… De pensar, de fazer…

    Como deve ter dado a perceber, também gosto das reticências, talvez elas -subentendam- um pouco de tudo.

  3. Natusch Says:

    Que bela definição de reticências.

    E ainda por cima faz sentido. Eu uso elas com uma freqüência danada, e acho que elas tem essa função, mesmo – servirem como um “espaço” subjetivo para os gestos corporais e pausas de uma fala “normal”.

    Isso rende um conto :)

  4. Bruno R. Says:

    concordo com você e com Natusch aqui sobre as reticências. me peguei percebendo que também faço uso demasiado delas quando a conversa é informal e boba. já quando preciso passar alguma firmeza, não utilizo, é sempre um ponto final bem definido. engraçado como a linguagem do msn se fez com o tempo, fugiu do que já existe, criou personalidade. percebo isso também no uso do “hehehe”, do “hahaha” ou do “hauahauahau”. eu rio demais quando escrevo na internet, uso muito o “hehe”. é como se eu estivesse dando uma risadinha simpática. hehehe (viu só?)

    acho que a sua subjetividade continua aí. sua percepção dela é que parece estar um pouco alterada. basta você voltar a se questionar ou a questionar as coisas como antes, sem se deixar levar pelo cansaço ou a novidade da mudança de rotina. bem, é o que eu venho tentando fazer. :-)

    e adorei a dica do site. tem umas ilustrações fantásticas!

    comentário gigante. chega, né? hehe (de novo)
    beijo


  5. “Cadê a subjetividade que eu via em tudo, cadê?”

    as vezes eu penso se isso acaba acontecendo com todos um dia, e eu venho ficando com medo.

    de ficar objetia demais… seca.
    pra mim, reticências são a subjetividade.

    parabéns pelo blog*

  6. clau Says:

    eu uso muito reticências… parece que traz certa delicadeza, amplia os ângulos da mensagam. Mas de vez em quando acho que fico reticente demais em algumas atitudes… é difícil!
    beijos

  7. Fran Says:

    Eu não gosto de reticências, não. Fica com um aspecto de incertezas, sei lá!

    Gostei do seu blog. :)

    Beijos

    (eu também guardo conversar de MSN) :)

  8. Dani Says:

    EU AMO RETICÊNCIAS…
    NÉ?!

    HEHEHE
    BJOCAS!

    DANI…


  9. Subjectividade é realmente coisa de gente ociosa=]

  10. Alemoon Says:

    Putz, eu sempre falo com reticências, talvez pq nunca tenha muita decisão nas minhas frases.
    Aliás, ultimamente tenho usado reticências até nos olhares.
    Lembrei de um específico que usei pra tentar te dar tchau da última vez que te vi, mas acho que ele bateu em alguma coisa no caminho e não chegou em ti.
    Beijo e até a próxima coincidência.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: