Sobre o Volta

15/06/2007

Metal. Eletrônico. Oriental. Nervoso. Melancólico. Agitado. Charmoso. Agressivo. Escorregadio. Não tem como ficar indiferente ao disco novo da Björk. O produtor é o norte-americano Timbaland ( aquele mesmo do disco mais atual da Nelly Furtado…). O disco vai aos extremos. Não deixou de lado o estilo contestador e negro da Björk, mas vem com instrumentos de corda delicados típicos da China e do Japão, barulhos de água, pingos de chuva, notas contrastantes…

A sonoridade tribal de algumas músicas também me chamou atenção. Combina com a agressividade da voz. Fora que em “Dull Flame of Desire” e “My Juvenile” ela faz dueto com o Antony, da Antony & The Johnsons. Não precisa de mais nada. Pra mim, o álbum tá excentricamente completo.

Anúncios

3 Respostas to “Sobre o Volta”

  1. gabriel Says:

    confesso que não sou muito fã da Bjork, mas pelo excentricamente completo eu me senti curioso para escutar o trabalho novo…

  2. Rafael Terra Says:

    Bah, também achei o máximo esse CD. Coisa do demo, hehehe.

  3. Edson Junior Lain Says:

    Preciso ouvir este album, juro mesmo:)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: