É época de panetones

26/11/2007

Sexta-feira cheguei em casa com uma guirlanda de Natal. Desde que me mudei pra Porto Alegre, é a primeira vez que compro algo pra enfeitar a casa nessa época. Não que em outros anos não tenha sentido vontade, mas sei lá, deixei o tempo passar e sempre acabou ficando tarde demais. Minha casa não é grande, então um pinheirinho não faz sentido algum por aqui. E atrapalharia. Ficaria abandonado. Mas um enfeite de porta até que é legal. Só pra lembrar que um ano está acabando de novo. Só pra lembrar que já é dezembro daqui a pouco e que algumas coisas mudaram, e que outras não vão mudar, não importa o que a gente faça. Aquela coisa básica de repensar atitudes. Bem coisa de virada.

Não tenho muitas tradições de fim de ano. Geralmente passo os Natais com minha avó, ou minha tia, ou meus pais, porque Natal é família, né. Mas cada ano é uma caixa de surpresas. Nunca sei o que fazer nessa época. Acho dezembro um mês meio estranho, carregado demais. As pessoas parecem mais ansiosas, tudo à flor da pele.

Almocei com a Clau outro dia e estávamos conversando sobre isso. Passei a virada de 2006 pra 2007 na casa dela, na praia. E um pouco depois da meia-noite tentava falar com meus pais por telefone e as linhas estavam congestionadas. Uma loucura pra conseguir dar um “feliz ano-novo” a eles. E virada de ano é uma coisa forte. Um mundo inteiro em expectativa, querendo arrebentar os segundos. A contagem regressiva é sempre um teste emocional, pelo menos pra mim.

Anúncios

19 Respostas to “É época de panetones”

  1. Sandra Leite Says:

    Época de rever os acertos e aprender com os erros não é?
    Adoro final de ano (mas sempre fico pensativa demais) e busco as repostas pra aquilo que deveria ter acertado e não o fiz.
    Nessa matéria eu não deveria ter tomado recuperação. Pq tomei?

    beijos e um 2008 tri legal desde AGORA!

  2. Bruno R. Says:

    gostaria de ser mais animado para festas de fim de ano, como um dia fui.
    quando criança, era sempre eu quem lembrava minha mãe de colocar os enfeites de natal. arrumava tudo com ela, animado que só.
    hoje só me lembro da proximidade por causa da publicidade.
    e na virada de ano, a única coisa que quero, e que exijo, é estar rodeado de amigos e cervejas.
    acho que já tá bom.
    =)

    tempo que não nos falamos, hein!?
    beijo

  3. Sara Says:

    Estava com saudade dos teus textos! (e de ti, hehehe) Escreve mais!
    Bjão

  4. Rafael Terra Says:

    Pra mim, estas datas também são um teste emocional. É uma mistura de medo com expectativa. Espero muito da vida nesse novo ano. Espero que ele seja lindão para todos!


  5. É até bom parar e rever certas coisas, mas não é legal a forma como é feito isso. Parece que é criado um clima em que tu é obrigado a pensar, como se te pressionassem e tu tivesse que fazer, religiosamente, o balanço de fim de ano. Acho que é por isso que muitos se deprimem…
    Beijo!

  6. ma Says:

    Gostei de passar por aqui …estava com saudade dos textos mais sentimentos…mais você! Do Natal nem falo muito porque desde que o mundo é mundo ficamos divididos nesta época .Passamos com uns querendo passar também com os que estão longe . Penso seriamente em decretar outra data para fazer este encontro em família que está sendo impossivel…Está criado o desnatal !

  7. Cris Says:

    Sandra,
    recuperação é pra consertar umas coisas, não? = )
    hehehe…

    Bruno!
    Eu me lembro da minha mãe montando pinheirinho também, e presépio, apesar de não sermos muito religiosos…
    E Ano-Novo tem que ser festa mesmo! De preferência, perto do mar!
    Nunca mais te vi no msn, também. Apareça!
    Um beijo!

    Sarinha, os textos estão sempre aí… Não com aquela regularidade, mas…
    Beijooo!

    Rafa, por isso que eu nunca sei se dou risada ou choro. Sei lá, parece meio bobo, mas eu fico com o peito apertaaaado na meia-noite de 31 pra 1º… E ainda temos dezembro pela frente. Tu vai ter um motivo a mais pra estar feliz! Agora, nesse exato momento, deve estar comemorando a a vida de formado, acertei??? Parabéns!! Beijão!

    Pati, não se se isso é uma obrigação… Não vejo dessa forma.
    É um rito de passagem de tempo, algo declarado, entende? Talvez essa seja a época mais concreta pra percebermos isso. Natural aparecer ansiedade = )

    Dona Ma!
    Quanto tempo, hein?!
    Será que desnatal funciona? Não sei. Ninguém mandou a família ser tão grande… Mas calma. De um jeito ou outro, Natal, Ano-Novo, aniversários ou dias normais, todo mundo sempre dá um jeito de se ver.
    Beijo. Te amo! = )

  8. gabriel Says:

    Gostei das duas histórias esta aqui dos enfeites…e a de baixo da França…uma, a do seu amigo francês, da uma sensação de que se quisermos tudo podemos e a outra de que o espirito de natal, o espirito de fim de ano chegou tanto ai…como eu creio chegou aqui…gosto muito da sensação que o final de ano proporciona…saudações guria…

    ps. já escutou uma cantora de nome Katie Melua, ouve acho que pode acabar gostando – o nome do album é: Pictures…conheci a música dela semana passada e creio que vc tambem pode conhecer e acabar gostando…
    saudações de novo…

  9. clara Says:

    época estranha essa, misto de tristeza e felicidade, seja pelos planos que não concretizamos, seja pela perspectiva de cumprir com as eternas promessas de fim de ano…

  10. Larissa Says:

    Eu particularmente acho esse excesso de comemorações muito falso.
    Gente que nunca se olha desejando felicidades e sorrindo pra todos.
    Prefiro ficar la no meu cantinho, meus amigos. Sorrindo e desejando felicidades as pessoas com que eu realmente me importo.
    Paz na terra, ok. ok!
    Mas nada de hipocresia pelo menos por esse natal, por esse ano novo.

    =D

    Gostei daqui.

  11. Paola Says:

    Acho legal esta coisa de natal reunir a família. Só não ligo muito para ano novo!
    Como te disse já li seu post, só esqueci de comentar. rs
    Sorry!
    Bjos


  12. nhac, cris, mas que saudades disso aki…
    eu gosto bastante do natal, é sempre legal, e tem muitas cumidas *.*
    e eu adoro cumida. rsrs

    e eu moro pertinho da rita, agente costuma passar o natal na minha casa e na dela, comemos as coisas de um lugar, entregamos presentes, rimos, conversamos, ai depois fazenmos tudo de novo na outra casa.
    gosto também de dar presentes, mesmo que não custem muito, algo que tenha algum valor, ou que lembre alguma coisa. liros… sabe, aqui tem uma loja de livros usados, gosto de ir la…

    bjos

  13. Natusch Says:

    Natal eu não dou tanto valor, encaro mais como uma chance de estar com a família reunida e só. Ano novo, sim, é bem mais simbólico e muito mais significativo.

    Para ser honesto, meus sentimentos com o final de ano são conflitantes. Eu gosto da idéia de reencontrar pessoas, de dar um pouco de atenção a elas, essas coisas que o período meio que te força a fazer mas que são sem dúvida positivas. Eu diria que é um mês no qual as pessoas se gostam mais, ou ao menos se permitem demonstrar mais seus sentimentos – claro que estou falando de amizades honestas, e não das falsidades de todos os dias, também comuns no mês em questão. Por outro lado, é uma época na qual eu reflito um monte sobre uma série de assuntos – de certo modo, é como se prestasse contas a mim mesmo. Teve anos em que foi muito pesado isso, mas ultimamente não anda sendo tão ruim, embora eu sempre fique mais silencioso e contemplativo nos dezembros da vida. E esse ano deve ser ainda pior, pois meu novembro já foi altamente meditativo… Vejamos no que vai dar =)

    Beijo, Cris!


  14. Sei lá, deve ser porque não toh a fim de pensar esse ano, por isso pareça obrigação eheheh
    :*

  15. Gustavo Says:

    Cris, que Celia???

  16. Suelen Says:

    Te amo, miguinha. Nunca esqueça disso.

  17. Cris Says:

    Gabriel,
    valeu pela indicação. Não conheço essa cantora. Vou procurar. Deois te digo o que achei = )
    Bjs

    Clara
    algumas coisas não mudam, não é?
    Nos veremos em breve!

    Larissa:
    Acho que são dois lados. Claro que existe muita hipocrosia. Mas será que muita gente não se dá uma chance nessa época? Acho que um influencia o outro, e o outro… Eu percebo atitudes diferentes, e não por falsidade, mas por sentimento mesmo. Por sinceridade, sabe? Bom. Cada um com a sua opinião. Eu sempre vou tender a procurar alguma ponta de verdade nas coisas e nas pessoas.
    Beijão! Que bom que gostou daqui = ))

    Paola, comente sempre que tiver vontade!
    Beeeijo!

    Paola Rodrigues!
    Tu e a Rita são bem amigas, né?
    Percebi pelos álbuns de vocês. Bom que sempre tem Natal duplo por aí… Eu tb gosto pelos mesmos motivos que tu. Acho que é a única época do ano, infelizemente, que as famílias tentam ficar mais juntas, e com a minha não é diferente. Bj!

    Natusch!
    E esse ano ainda tem outros motivos, né? Fabico te deixando…
    Concordamos. Acho que essa é a palavra ideal: conflito. Eu acerto as contas comigo. Mas claro que em fevereiro também já me perdôo um pouco e só volto a pensar em tudo lá por novembro de novo… = (

    Pati = )
    Te entendi!

    Gustavooooo!! Te ligaaaaaa!!!!!!!!!!!!

    Su, acho que sinto o mesmo!
    hahaha
    brincadeira! Te amo! Venha logo!

  18. Gustavo Says:

    hehehe TE LIGAAA!!!!!!

    So uma coisa, eu nao tenho a Celia no meu msn…

  19. rodrigo Says:

    O ruim dessas datas e a obrigaçao que tu sente de fazer algo diferente. Natal tudo bem, familia! Mas ano novo, assim como carnaval, parece que se tu nao fizer algo diferente tu fracassou! Mas uma vez passei o carnaval vendo filmes! Foi estranho, pois eu via todo mundo numa euforia e eu tri na minha! E nem foi tao ruim assim! Mudança de lua as vezes tambem cai em data importantes!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: