Filme vai, filme vem

10/12/2007

Eu fui ver Piaf sem muita expectativa. Duas pessoas de gostos cinematográficos bem confiáveis já haviam me indicado o filme, mas mesmo assim, torcia o nariz. Além disso, não conheço quase nada sobre a obra da Edith Piaf, dona da vida contada no filme. Enfim. Eu e minha amiga até cogitamos sair da sala pra bater papo e deixar o filme pra outra hora. Mas já que estávamos lá…

Só posso dizer uma coisa: vejam. Nem sei se ainda está em cartaz. Acho que fica mais um tempo aqui em Porto Alegre. O filme é dirigido por Olivier Dahan e quem faz o papel de Edith Piaf é Marion Cotillard. Cinco estrelas pra ela.

Claro, não pensem em nada doce. É uma pancada atrás da outra. Faltando trinta minutos pra terminar o filme – mais ou menos isso – olhei para o lado e minha amiga se lavava chorando. Juro! NUNCA tinha visto alguém chorar tanto no cinema! Mesmo. Eu só não dei risada porque também acabei secando o rosto no final.

* * *

A contra-indicação

Não esperem grande coisa de O Búfalo da Noite, de Jorge Hernandez Aldana. Eu esperava e me decepcionei. O que surpreende é que o roteiro do filme é dividido entre o diretor e Guillermo Arriaga, o mesmo que assinou os roteiros de Babel, 21 Gramas e Amores Brutos. Justamente por isso eu esperava outro filme relevante na seqüência desses. Pior é que o início até indica uma boa obra. O problema é que em um certo momento a história perde o rumo e nada faz as coisas voltarem a ter sentido, o que deixa as cenas forçadas. Achei alguns diálogos bem fracos. Além disso, o filme faz um apelo exagerado ao sexo. Não precisava.

Anúncios

4 Respostas to “Filme vai, filme vem”

  1. Donizetti Says:

    Sou fã demais da Edith Piaf, mas ainda não fui ver o filme… Farei durante essa semana.

  2. Sandra Leite Says:

    anotado!

    bjs


  3. Também sou fã da Piaf e já havia lido parte de sua história. Sei então que o filme deve mesmo ser forte. Tentarei vê-lo agora, após as festas. Mas gostei muito do seu texto. Fez uma boa propaganda do filme. Um abraço!


  4. É porque tu nunca foi ao cinema comigo! hehe já me lavei em vários filmes, mas o que mais inundou foi As invasões barbaras. Eu sozinha, me lavando na minúscula Norberto Lubisco que só tem 53 claustrofóbicos lugares hehe


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: