O Saldo

21/12/2007

Enfim. O que 2007 fez de mim, e o que eu fiz por 2007, em uma desorganizada ordem. Um post sincero.

Comecei o ano com uma mensagem de celular de um amigo querido: “2007 será sensacional”.
Fiz um estágio na rádio da UFRGS
Tomei café da manhã na Redenção e memorizei o fim de “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”
Conheci Buenos Aires e desejei morar lá. Decidi nunca mais parar de viajar, mas não sei se estou cumprindo isso.
Este blog nasceu. Vim de mala e cuia do blogspot para o wordpress, dando adeus ao pretinho básico.
“Sabia que nos últimos três mil e quinhentos anos houve apenas duzentos e trinta anos de paz em todo o mundo civilizado?”
Perdi pela primeira vez uma pessoa muito próxima de mim. Já havia perdido outra antes, mas ainda não tinha idade para saber o que era morte.
Me surpreendi com um abraço vindo de quem eu não esperava.
Comemorei meu aniversário com grandes amigos, e em vários dias diferentes.
Comecei projetos que não terminei.
Deixei de trabalhar durante a madrugada e recuperei minha lucidez.

“Na contagem dos martírios
Deus me livre dos delírios
Onde um é mais que dois
Entre todos os mortais
Quem é lúcido demais
Deixa o limbo para trás
e o Éden pra depois”

uhm?
Meu salário caiu, mas minha saúde agradeceu.
Vi vários amigos vestirem a toga. Em fevereiro de 2008 verei mais alguns.
Jorge virá! Recados mal escritos vão para o mural!
Disse mais vezes o que pensava. E na maioria das vezes valeu a pena.
Fiz as pazes. Desfiz amores.
Caramba! consegui passar mais um ano sem ser assaltada…
Minha priminha aprendeu a dizer Titi, meu apelido entre a família e amigos de infância.
Eu e minha irmã recebemos uma advertência da imobiliária por causa do barulho que os saltos dos nossos sapatos fazem no teto do apartamento debaixo.
Escrevi mais no blog, e fora dele também. Na verdade me tornei um pouco “criatura virtual”. E estou aprendendo a desvirar isso.
Aprendi a comer nata com vários alimentos e a fazer várias combinações legais entre doce e salgado. É muito bom!

 

[Ela trouxe então do quarto um grande rolo de papelões (?) em que havia pintado. Desenroscou uns de outros e espalhou-os pelo chão da sala, cobrindo quase todo o parquet. Me disse “escolhe um”. Foi algo feito por ela. Um trabalho em que ela colocou o que há de melhor nela. Um tanto tempestuoso, um tanto vivo. Foi difícil escolher; fiquei entre dois. Depois que for emoldurado, o presente vai para a sala do meu apartamento. Ela pintou com tons de vermelho. Combina com o puff.]

 

Mudei o corte de cabelo.
Vesti menos roupas pretas.
“Cause what is simple in the moonlight by the morning never is”
Música, muita música no pão. Conheci El Perro del Mar, Julie Doiron, CocoRosie e Sufjan Stevens… Nossa! Foi o ano das descobertas musicais.
Guided by Voices entrou para meu hall de boas bandas, e aprendi que filmes ruins, muito ruins e mal produzidos, também podem ser bons e engraçados.
Me apaixonei por um garoto que não vejo mais.
Assisti ao filme Amantes Constantes e adorei a sensação com que saí do cinema. Também gostei de Paris, Te amo, e virei fã do Bertolucci e do Cronenberg.
Tirei só notas “A” na faculdade (Mentira. Só no segundo semestre de 2007).
Falei mais vezes com meus pais.
Acho que entendi que algumas pessoas precisam de mais tempo. Outras, menos.
Fui mais vezes ao cinema sozinha. Gostei.
Paciência é sempre bem-vinda.
Peguei duas gripes fenomenais. Me curei mais rápido na segunda.
Um CD deixado na minha mesa de trabalho mudou meu dia.
Meu pai ligou em várias madrugadas para dizer “oi. Saudades”.
Coincidências em seqüência me assustaram mais do que em outros anos.
Pensei, ao encontrar um erro de digitação na página de um livro, que isso é como ouvir o ronco de fome na barriga do dentista que está te atendendo. Tira um pouco do profissionalismo. Também me lembrei das aulas de rádio. “Não é legal ouvir a respiração do locutor”.
Recebi a visita de uma amiga de outra cidade. Ela deixou várias fotos salvas no meu desktop e um post-it com um recado querido no monitor.
Quis algum silêncio.
Tomei tanto café quanto no ano passado, apesar de ter me prometido que isso não se repetiria neste ano.
Queria ter visto a pré-estréia do filme mais recente do Lynch, mas perdi por uma boa causa. Mais uma amiga de longa data estava se formando.

Ainda tenho uns dias aí antes de 2008, mas deu vontade de postar isso hoje. Isso significa que algum adendo ainda pode ser feito. Nada grave.

Senti falta de não ter fresco na memória tudo o que li e os filmes a que assisti em 2007. Não que tenha sido um ano tão ativo nesse sentido; gostaria de ter lido mais. Então a partir de 2008 começarei a fazer listas dessas coisas. Acabo de me lembrar de outros filmes que vi e que foram importantes pra mim, mas o post já está no fim. Acabo de me lembrar também que eu tinha um post programado para antes desse. Já era. Deveria ter me lembrado deles antes. E mais alguma coisa já me brota na memória.

Anúncios

26 Respostas to “O Saldo”

  1. Rafael Terra Says:

    Cris, que texto lindo! Deve ter sido muito prazeroso escrevê-lo!
    Feliz 2008 pra ti!

  2. rodrigo Says:

    Para o proximo ano inclua escrever mais ainda, pois esse blog ta otimo.
    Esse texto ta interessante, mas nao vou ser simplista e vou explicar pq: da pra notar que tu nao escreveu premeditadamente, mas as frases estao muito bem encaixadas, fluidas, ta otimo!
    To lendo um texto do Cronenberg e lembrei de ti!
    Deve ressaltar que tu viu Beleza Roubada. e assedio, ja?
    Prometo que e uma meta escrever mais no teu blog!
    Comprei um livro em londres igual o de veneza, curiosidades sobre a Inglaterra.
    Quando tiver um know how, farei um blog, algo tipo o curioso… pastelao, pensarei em algo melhor!
    Cuidado com essa de ir no cinema sozinho e bom!
    Cuidado com essa de achar que fazer as coisas sozinho e bom!

  3. Marcia Says:

    esqueceu de dizer que teu texto ficou mais refinado.
    é um prazer te ler.

  4. clau Says:

    Que prazer imenso ver que eu estive presente em alguns destes bons momentos! acho que ele tinha razão, cris. é fantástico pensar que isso tudo passou como um imenso minuto, cheio de alegrias, tristezas, risadas, abraços e beijos. isso é vida e nós – todos – ainda estamos nela!

  5. Natusch Says:

    Tua retrospectiva chegou na frente – e tende a ser bem mais concisa e envolvente do que a minha, hehehe… De qualquer modo, várias vezes um “pois é, eu também” esteve na minha mente durante a leitura, o que certamente ajudou na identificação ;)

    No mais, fiquei com inveja de quem esteve presente em alguns momentos citados, mas me anima a idéia de que em pelo menos um dos futuros eu vou estar =D

    Beijo, Cris!

  6. Says:

    Lindo texto!
    Sabe que eu não consigo também pensar em uma retrospectiva de filmes? Mas meu caso é diferente: eu acho que assisti poucas coisas!
    Tava pensando que fiz uma mono sobre isso, mas que fiquei devendo algumas idas ao cinema, algumas locações de DVD. Acabei tão perdida no meu mundinho que não enxerguei muito além.
    Paciência. A lista musical saiu (confere la).
    E que venha 2008. Fé em Deus e pé na tábua. (arg, eu não resisto a um clichê).
    beijô!!

  7. Cris Says:

    O próximo será melhor e o outro mais ainda.

    Amo tu pra sempre!

  8. Matheus Palma Says:

    quando li eu nem acreditei de início…foi exatamente o que eu sonhei hoje…que ia ao cinema sozinho.

  9. Cris Says:

    Rafa! Na verdade foi meio difícil. Ando sempre com a impressão de que esqueci algo : )

    Rodrigo,
    Fica sossegado. Vou ao cinema sozinha, mas tb vou com um monte de gente.
    Bah! Adorei o cartão postal! Foi meu presente de Natal mais charmoso! Mesmo. Daqui uns dias, posto aqui. É claro que tu tem bom gosto!
    E eu espero, sim, o dia de poder ler o teu blog. Espero que não demore.
    Bom, Beleza roubada, sim. Devo resslatar. Assédio ainda estou devendo.
    Mas foi esse filme que me abrii os olhos para o Bertolucci. Na verdade só fiz uma associação com O Último Tango em Paris e outros dele. = )
    Saudades imensas de ti!

    Márcia, esqueci de dizer também que tive ótimos professores nesse ano, na faculdade. Acho que te disse isso no último dia de aula, mas enfim. No semestre que vem, nos veremos de novo : )
    Beijão, e um ótimo Natal!

    Clau,
    Tu esteve presente do início ao fim do meu ano!
    Passou rápido, né? Será que em 2008 estaremos mais cheias de energia, como estávamos em 1º de janeiro de 2007?

    Igor, minha retrospectiva chegou na frente porque sou ansiosa! Mas certo que ainda terei coisas para contar até dia 31. Já estou descobrindo outra banda muuuito boa! E ainda é 2007! Hahaha
    : )

    Rê, eu não saberia fazer uma retrospectiva de filmes. Sou louca por cinema, mas minha memória, como disse, me trairia. Lembro-me dos mais marcantes. Mas tenho certeza que deixaria alguma coisa pra trás. Nessa eu não me arrisco.
    Beijão. Ótimas festas de fim de ano pra ti!

    Crisinha, te amo também!

    Matheus, mas tu só sonha, ou tu também vai ao cinema sozinho?
    Se não vai. Bah, eu adoro. Me isolo do mundo por algumas horas. Saio renovada
    : )


  10. Lindo texto mesmo, tem um ritmo muito legal, adorei ter lido.

    Beijos

  11. Paulo Says:

    Valeu nosso trabalho em conjunto.
    Feliz Natal, Cris!!!
    Paulo Ribeiro.

  12. ricardo romanoff Says:

    assino embaixo de todos os elogios =]

    nos falamos.
    beijo

  13. Natusch Says:

    Feliz Natal, Cris :)

  14. prill Says:

    eu realmente gosto muito daqui, Cris….
    pensei em invejar, daí invejei a sua lista. mas não conseguiria fazer uma do tipo (iam achar que era meme?). não ia lembrar e, quando lembro, censuro.

    realmente gosto daqui…

  15. seccionaurea Says:

    :)

    que haja dias mais do que calendários
    horas mais que relógios
    gestos mais que modelos

  16. mone Says:

    Ainda bem que entreguei teu presente ainda em 2007. Dá tempo ainda de registrar as fotos mais bonitas…adorei as que vce fez lá em casa! Amo cada momento junto a vcês! bjos.

  17. Sara Says:

    Em 2008 Jorge virá!
    hahahaha!
    Bom poder passar Natal a Ano Novo contigo!
    Te amo!
    Bjos

  18. ma Says:

    Na verdade ler um texto destes foi um dos presentes do ano…sei enfim e com muita certeza, que este é o teu caminho e não tem volta nem arrependimento…que 2008 seja esta sequencia de coisas boas que vc viveu este ano e muitas mais…Já estou feliz vendo estas!
    Amo vc!

  19. Cris Says:

    Wolverine:
    = )

    Paulo, também adorei. Por sinal, acabei de colocar “Quando cai a neve no Brasil” na minha mala. Estou indo pra praia e levando o livro pra ler lá!
    E que 2008 venha sorridente = )
    Beijão!

    Igor, pra ti também, um ótimo ano!
    bjs

    Romanoff, bom te ver na formatura. Um feliz 2008 pra ti!
    : )

    Prill, eu adoraria ler a tua “retrospectiva”. Na real tou vendo a minha e achando que já ficaram faltando itens. hehe. O ano ainda tinha 9 dias, não? Me antecipei demais. Gosto do Expresso Limão, acho que já te disse. Que teus próximos dias e teu ano continuem sendo de muita criatividade. Beijo!

    Helena, ainda discutiremos muitos lançamentos. Hahaha
    Um ano maravilhoso pra ti. = )

    Tia, e eu adorei o presente. Ontem ele deu voltas comigo, na bolsa. Teus presentes são amuletos. Adorei, mesmo!

    Sarinha, em algumas horas, estrada para o mar!!!
    Beeeeijo!

    Mãe, 2008 será melhor ainda
    = )

  20. Gustavo Says:

    Mas tu aprontou em 2007 hein, Dona Cris….
    hehehe
    beijao

  21. Cris Says:

    Tenho certeza de que tu aprontou mais, Gus = )
    Beijooo!
    Bom ano pra ti, NO BRASIL!

  22. Vica Says:

    Adorei teu texto. Eu não consegui resumir meu 2007, e olha que eu tentei. Quando eu morava com mais 3 amigas as reclamações sobre o barulho do salto do sapato vinham de todos os andares, acredita? Da vizinha do térreo porque alguém tinha chegado tarde e estava usando salto, do vizinho do 2º andar, porque alguém subiu escadas de salto… a gente morava no 4º e último andar, dá pra acreditar?

  23. Cris Says:

    Vica, eu resumi meu 2007 e ainda faltou coisa. Tu vê! Deixei dez dias pela frente e muitas coisas ainda aconteceram! Lição: não se precipitar. Neste ano, escreverei a retrospectiva no dia 1º! : )

    Os saltos sempre vão ser um problema por aqui, principalmente no inverno, quando eu uso muito botas. No verão quase não uso saltos. Mas é complicado isso. No meu andar (moro no 5º), há um corredor grandinho até chegar ao meu apartamento. Isso gera eco. Como faço então? Tiro o calçado na saída do elevador?? Tenho tentado cuidar, mas…

    Beijocas!

  24. Rita Loureiro Says:

    muito precisando isso fazer…

    *vontade de falar quem nem mestre Yoda*

    Preciso me entender, tou numa confusão sem fim. E já comecei um ano, nem parece que teve a passagem, apesar de fogueira e estar rodeada de amigos, fiquei tão triste. Estou um pouco ainda, mas quero lutar contra essas coisas que estão se arrastando em minha vida, inclusive o cansaço.

    Nem te desejei, bom natal e bom ano, quase não tenho entrado na internet.
    Bejo


  25. Eu adoro ler isso e saber que estou ali no meio.

    Eu adoro ler isso e me dar conta de que tu é uma das pessoas mais especiais que entraram na minha vida.
    Tá, eu não preciso ler isso pra me dar conta.. :)

    Vamos no Zaffari comprar massa? To com fome..

  26. Cris Says:

    Crisinha, já tou no Zaffari. (publicidade PURA. Tou ganhando um dinheirão com esse comentário).

    Que bom que eu não preciso te dizer, mas digo igual = )
    Também te amo, “queri”!
    Beijoca


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: