Dragan

21/06/2008

David Lynch e outras criaturas sombrias, na página do fotógrafo Andrzej Dragan.

“They are all beautiful”, diz o diretor de cinema na abertura. É a degradação da pele pelo tempo, a poeira que se instala nos cantos do corpo. O novo e o velho. O belo revestido pelo elemento mórbido. Me senti em um castelo, com cortinas amareladas, poeira e passos silenciosos. Podia tocar Faun Fables e ter uma floresta por perto.

Tem o perfil no Myspace também.

“DOESN’T MATTER

1. DOESN’TMATTER, (n); A hypothetical form of matter similar to normal matter, except that it’s atoms do not exist.

The theory of doesn’tmatter was first proposed by A. E. Roraback to explain the meaning of his life and the preponderance of apatheticism that permeated the air about him. Mr. Roraback was once known to say, “You of course have heard of anti-matter??? We have taken it one step further. We are so insignificant in the scheme of things that we have become what is known as doesn’tmatter. . . Instead of destroying any matter we come in contact with, no one notices.”

Dr. R. Tuklov II, an expert on non-existent particles, explains, “In ordinary matter, you have atoms, in which you have a nucleus with lots of electrons spinning wildly around it. In doesn’tmatter, the electrons just sort of sit around despondently.”

Anúncios

Uma resposta to “Dragan”


  1. Nossa! Muitoooo bom! Imagens com um tom totalmente gelado… gostei!

    Encontrei seu blog por acaso, gostei ^^


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: