Os motivos da minha inércia

01/11/2008

Venho por meio deste singelo e um pouco preguiçoso post informar aos que por aqui passarem que estou viva, com relativa paciência, com apego fenomenal pelos meus dias de primavera, mas sofrendo de uma enfermidade que me afasta deste espaço. Chama-se, a maldita, Blogging Blues. Quem me alertou sobre ela foi a Sandra.

O que acontece então é que meus dias têm sido bonitos demais fora da internet. Tenho lido como nunca, aproveitado mais a companhia dos meus amigos, conhecido muita música. Tenho me olhado com um distanciamento agradável. Isso significa entender melhor algumas coisas, e simplesmente esquecer ou ignorar outras. Um pouco de tolerância faz bem. Mas principalmente, estou definindo o tema da minha monografia. Isso sim, tem sido trabalhoso. A confusão mental acontece porque eu gosto de temas diversos demais. Por enquanto, as palavras mais cogitadas giram em torno de (e olhem o porquê da minha neura em definir logo essa naba. Algumas coisas simplesmente não têm conexão segura!!): Schopenhauer, Foucault, Freud e Lacan (em linha conseqüente dentro do tema em estudo, inevitavelmente passarei por eles), literatura, loucura… Tá, esse é o surgimento de um dos temas em questão. A outra possibilidade é uma idéia mais antiguinha, tem a ver com a relação entre corpo e tecnologia e… Tá tudo verde demais. Tá tudo amplo demais. Há algumas semanas eu tive um fiozinho de certeza e quase saí pulando, mas logo vi que o que eu tinha definido era insuficiente.

Não vou me alongar muito aqui. Também não desativarei o blog. Nem penso nisso, aliás. Continuarei vindo, organizando algumas coisas, talvez colocando textos menores, respondendo. É só por alguns tempos, talvez dias, talvez semanas. Não sei, entende? Não estou abandonando NADA.

As fotos abaixo, encontrei no Flickr de uma moça chamada Alisa Nel Paese. A indicação estava na revista Soma que a Helena me mostrou. Muito boa, por sinal, e de distribuição gratuita. É uma publicação de São Paulo.

Bonito, né?

Anúncios

11 Respostas to “Os motivos da minha inércia”

  1. Sandra Leite Says:

    Cris,

    Eu avisei. Ela ataca mesmo :P
    Blogging Blues, mas não tão blues. E é bom ver o mundo off line, sentir os aromas e ver as cores…boas exposições, boas risadas, bons amigos. Bons amores…
    Ontem ri muito :) Desafios sempre são bons Cris…(claro, a monografia é sua e não minha) ;)
    O ruim é quando você quer escrever, precisa da tela cheia e ela aparece…vazia. Sem graça né? Esse é o autêntico blogging blues. Dá medo.
    Você está com excesso de tudo. E esse excesso é a melhor-coisa-do-mundo !!!
    Quanto a parar com o USINA…ainda bem que te resta um fiozonho de lucidez e que te prende à Terra. Ainda bem.

    Boa vida, Cris! Curte tudo por aí

    beijão

  2. Sandra Leite Says:

    ahh, esqueci

    lindo mesmo o Flickr indicado. Gosto de pessoas assim, sem a pasteurização pao nosso de cada dia!

  3. Diego Says:

    Às vezes também abandono um pouco a internet pra aproveitar o tempo que vai passando na vida real… Por que será que é tão difícil conciliar as duas dimensões da nossa vida?

  4. Marcos Says:

    Deve ser contagioso!


  5. dá muita inveja de ter esse revista em Porto Alegre, também gostei muito de uma edição que eu li. ótimas matérias, fotos, etc. bom retiro do blog então, e que seja breve mesmo. =)

  6. Rafael Terra Says:

    Cris, fico tão feliz de ler isso: “O que acontece então é que meus dias têm sido bonitos demais fora da internet. ”
    Saudades.

  7. Edu Says:

    Cara Usineira (ou futura Ex-Usineira)

    Se a inércia é indicador de “dias bonitos fora da internet”, desejo toda a inércia do mundo para vc:->
    ab

  8. Natusch Says:

    Bem, digamos que, embora eu também esteja tendo belos dias, não posso exatamente dizer o mesmo que tu…

    Mas não se preocupe. Aproveite os dias bonitos, a gente vai se virando por aqui, hehehe ;D

    Beijo

  9. clara Says:

    que pavor essa história de definir o tema da monografia cris. eu tbm estou com a mesma dificuldade que relatou. a questão é, como se soluciona isso?!?!?!

    já a minha vida fora da internet não têm sido tão bonitos assim, mas disso tu já sabe. eu é que não sei direito o que fazer com isso tbm.

    que pena que perderemos a possibilidade de uma leitura agradável e elegante que teu blogue proporciona.

    enfim, saudades

  10. Cris Says:

    Sandra,
    sim, me resta um fiozinho de lucidez. e me resta toda uma monografia pela frente!! o blogging blues ataca, mas nem é por falta do que dizer, é por falta de paciência mesmo de ficar na frente do computador. e os dias, ah, a primavera tá aí, né… coloriiiiida : )

    Diego,
    eu não sei lidar direito com isso. me atrapalho toda. Exatamente por esse motivo é que preciso baixar uma regra nessa história. eu tenho amigos de longe que só “vejo” pela internet, mas e aí… os que estão pertinho, viram “ausente”, “ocupado”, “em horário de almoço”… Não dá. Eu vivo em constante conflito com as duas dimensões. Ou viramos gente séria e aprendemos a conciliar, ou já era! hahaha

    Marcos,
    suponho que tu também teve blogging blues e sequer identificou a moléstia : P

    romanoff,
    retiro-me , mas volto de vez em quando pra cuidar da casa. adorei a Soma também, e mais ainda a helena, que me apresentou ela!

    Rafa,
    temos tanto para conversar. que bom que tu é meu vizinho :)
    saudades também.

    Edu,
    essa inércia é sinônimo de dias calmos, diversos, amigáveis, risonhos, pensativos, mas de muito estudo também. às vezes eu preciso desacelerar. É o que estou tentando fazer :)

    Natusch,
    viu como dias menos “virtuais” tornam as pessoas mais reais? Até pude te fazer uma visita!
    :)

    Clara,
    Não perderão o espaço, não. Apenas o tirmo acelerado é que vai dar uma freada. Eu preciso andar mais devagar. Preciso, preciso. Ontem passei na Fabico e tive uma conversa muito esclarecedora com uma das professoras. Vi uma luzinha! E até uma possível orientadora. E vi também que falta menos do que eu imaginava :)
    Cheguei no trabalho toda boba, louca pra sair logo e chegar em casa para ler!!
    Beijo, my lady in red.
    :)

  11. gabriel Says:

    me encontro na inércia…também…mas vamos levando…e tentando fazê-la desaparecer aos poucos….


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: